Making of ‘5000 cliques’ – Parte Um

Olá, visitante,

Hoje vou mostrar o meu processo de desenhação (…) de um desenho específico. Eu disse desenho específico porque não sou daqueles desenhistas espontâneos que desenham qualquer coisa quando dá na telha (e geralmente só com lápis e papel) e o resultado é de humilhar o tiozão aqui com as tintas Talens e duas dúzias de curvas francesas…

Para começar, depois de decidido que você quer desenhar, precisamos saber o que desenhar (desenhistas espontâneos pulem esta parte ¬¬).  No meu caso, eu quero desenhar um post comemorando os 5000 acessos ao meu espaço no deviantArt₢.

Não é importante, mas como eu sou muito esquecido das coisas, eu escrevo um bilhete num papel qualquer pra me lembrar de fazer o desenho. (Aliás, procuro fazer isso com qualquer boa idéia que eu tenho… bom, mas quase sempre não tenho papel e caneta a mão, e daí a idéia já era!)

Vocês não precisam fazer isso, mas no meu caso, se eu não escrevo algo assim, costumo me esquecer de fazer o desenho, e quando me dou por conta, já passou um mês.

Rabiscar a idéia

Depois disso, num dia mais tranquilo, eu rabisco a miniatura do desenho que eu quero fazer (miniatura mesmo, algo 6cm por 8 cm no máximo), o resultado, no caso, foi o seguinte:

Vejam bem, na idéia do primeiro dia eu queria juntar Furry com Pé (podolatria) com Arlequina (são as três tags que mais me deram cliques no deviantArt). Descartei juntar Furry com Arlequina. Se a idéia original não te parece boa, mudem!

Ali ainda botei “equilíbrio da composição”. Isso é frescura minha, de me lembrar de fazer um “desenho equilibrado” e tals. Não é importante, faz parte da minha filosofia no desenhar, ignorem.

Rascunho rascunho

Então, agora que sei o que eu quero desenhar, passo para a folha definitiva. Faço o esboção a lápis e observo se vai ser assim mesmo que eu quero. O bom observador vai notar que mudei de novo de idéia (posição dos pés). Pois é, achei muito forçada a pose dela mostrando as solas do pés (a menos que ela tivesse secando as unhas dos pés, mas não quero esse background para a cena). Ainda assim, não tá boa a pose…

Esboço final

Agora sim, a solução foi cruzar as pernas:

Só agora está pronta pro lápis definitivo! (Viram agora do porque eu demoro tanto pra desenhar uma commissioned!)

No próximo post mostro o desenho final a lápis e… um pinguinho das minhas técnicas Absolutas de Arte-final! Aguardemmmmm… (aguardem sentados, que acho que vou demorar).

No meu planejamento prévio, era pra eu ter desenhado isso no feriadão da Páscoa, mas eu literalmente bebi o feriadão, e meu fígado não tem mais 18 anos… lamentável isso. Mas pelo menos deu para documentar o meu processo de “desenhamento”.

Tags: , , , , ,

2 Respostas to “Making of ‘5000 cliques’ – Parte Um”

  1. mauriciodias Says:

    Achei muito interessante o seu processo criativo. Também gosto de planejar os meus desenhos, eles nunca são muito espontâneos e geralmente partem de alguma necessidade também. E já estou ansioso pela parte 2 sobre a arte-final!

  2. DanielHDR Says:

    Koya, gostei desse tutorial! Ficou muito legal, e gostei de ver que voltaste a postar conteúdo no teu blog!

    Abraço, cara!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: