Material de desenhista “profissional”

Muitos artistas iniciantes tem a saudável curiosidade
de saber quais são os materiais que nós, quadrinistas,
usamos.
Bem, não sou lá um desenhista desenhíista, no máximo
um desenhista mais-ou-menos, ou arte-finalista (inker)
acima da média (hehehe).
Mas como já tenho alguns trabalhinhos profissionais no
currículo, acho que posso contar o que eu tenho só pra
confortar essa ânsia que o novato tem de saber sabêh.

Plano

Base para o papel

A Mesa.

A base de tudo. Não tenho mesa de desenhista/arquiteto.
Mas tenho mesa de escritório – já disse no post anterior
que fico estudando pra concursos, nada mais natural que
possuir uma mesa ótima para estudos. Infelizmente,
como eu não tinha espaço para uma mesa de desenho,
então, adquiri uma mesa portátil (A3).
Já quebra o galho. Uma fonte de luz também é necessária.
Uso daquelas luminárias reclináveis com cotovelos (sem
imagem aqui).

Básico de um rabiscador.

Material para traçar.
Lapiseiras, canetas, penas, marcadores e pincéis.
Eu tenho usado mais as canetas descartáveis, elas são
leves, fáceis de usar e me sinto muito a vontade
com elas.
Pra desenhar uso lapiseiras, dificilmente uso algum
lápis – acho chato apontar. Grafite 0.5 2B, HB
e algumas vezes azul.
Pena uso apenas para testes, nunca usei pra
algo “$ério”.
Marcadores são pra preencher áreas na pressa
e pincéis são para efeitos orgânicos e pra preencher
áreas de forma mais decente (e mais preta).

Tinta, tinta, tinta e uma cerveja exótica no fundo.

Tinta, tinta e… tinta.
Com o advento de tecnologias gráficas computacionais
de custo… “pagável”, a sujeirada das “tintas molhadas”
tende a se tornar coisa de alguns poucos tradicionalistas.
Mas tinta preta é bom. Tinta branca também. Com tinta
colorida eu não me meto (no máximo tons de cinza).
Cores “coloridas”, pra mim,  só com lápis e canetinha.

Curvas francesas. Uma boa quantidade delas.

Conjunto de curvas francesas.
Só pra para ilustrar algo fora do comum,
eu tenho um conjunto muito variado de curvas francesas.
Um arte-finalista pau-pra-toda-obra como eu
precisa se adaptar a qualquer estilo, traço e pitaco
de desenhista, por isso, dei um jeito de adquirir essas
curvas francesas.

Fora isso, tenho o meu computador, scanner e impressora.
Indispensáveis hoje em dia. Mas não vale a pena falar
deles aqui, já que não tenho nada de tão extraordinário
neles.

O que me faz falta:
– Mesa de luz;
– Tablet;

Irei abordar o assunto Mesa de Luz num outro post.

Tags: , , ,

3 Respostas to “Material de desenhista “profissional””

  1. Maurício Dias Says:

    Gostei de ver você falar do seu processo de trabalho. E como já trabalhamos juntos, posso dizer que você é um otimo arte-finalista. E nossa como você tem curvas francesas! Fiquei com inveja. O meu conjuto é beeeeeeeeeeem mais modesto.

  2. rsouza Says:

    Boa matéria, Koya! Gostaria de arte finalizar melhor meus desenhos…

  3. gwy Says:

    Meo Deols! Quanta curva! Tenho uma só e uso ela muito mal.
    (E perdi a sua aula de arte-final =/)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: